Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Aprenda a degustar o chocolate nessa Páscoa sem descuidar da glicemia

Aprenda a degustar o chocolate nessa Páscoa sem descuidar da glicemia

chocolateEstá chegando a Páscoa, época de se deliciar com as maravilhas do chocolate. Além do gosto peculiar, o chocolate tem uma substância chamada de feniletilamina, que estimula a produção de serotonina, promovendo bem-estar e aliviando a tensão.

Para as pessoas com diabetes degustarem essa delícia de forma a não atrapalhar o controle glicêmico, o Portal De Bem com a Vida entrevistou a nutricionista Tarcila Beatriz Ferraz de Campos.

Portal De Bem com a Vida: Como a pessoa com diabetes deve fazer contagem de carboidrato ao ingerir chocolate?

O consumo deve ser sempre consciente, pois o chocolate apresenta grande quantidade de calorias, uma vez que une açúcares e gordura saturada. O ideal é descobrir qual é a meta de ingestão de carboidratos por dia e tentar não aumentar muito esse consumo, dessa forma, uma ótima estratégia seria trabalhar com a substituição de algum alimento e inserir o chocolate no lugar. É recomendada em média uma porção de 20g por dia.

Contamos ainda com a contagem de carboidratos, que depende de algumas variáveis, como peso, altura, idade, sexo e prática de atividades físicas. A partir desse cálculo, o paciente deve analisar a composição nutricional dos produtos que consome para fazer o cálculo. Assim, é possível dar cobertura de insulina necessária para “queimar” os carboidratos do chocolate ingerido.

Portal De Bem com a Vida: Há diferenças de contagem de carboidrato para chocolates diet, light, normal, sem lactose? Qual é a melhor opção?

Na hora de escolher, é importante analisar a composição do mesmo. Sempre prefira as opções que contenham umaquantidade menor de carboidratos e gordura.

Opções diet normalmente apresentam maior quantidade de gordura do que as tradicionais. A gordura é um tipo de nutriente que retarda a absorção dos carboidratos e, com isso, pode impactar em um pico glicêmico tardio, dificultando o controle da glicemia Uma regra para saber se a escolha do chocolate está sendo saudável é a seguinte: a cada 15g de carboidrato na porção de chocolate a ser consumida, a quantidade de gordura total não deve ser maior que 5g.

Baseado em vários estudos recentes, sabe-se que a ingestão de chocolates escuros com uma concentração maior de cacau apresenta ótimos benefícios para nossa saúde como efeitos anti-hipertensivos, anti-inflamatório e até mesmo efeitos metabólicos. Isso se deve à presença de polifenóis contidos no chocolate escuro, com a função antioxidante.

Cada vez mais, podemos encontrar opções de ovos de páscoa com uma concentração maior de cacau. Por isso, prefira chocolates que tem 70% cacau.

Portal De Bem com a Vida: A pessoa que utiliza insulina nota que a gordura do produto é sintetizada depois de duas horas da refeição, nesses casos, o que a pessoa deve fazer para não ter hiperglicemia?

A gordura é um nutriente que quando consumido em grande quantidade pode elevar a glicemia até 4 horas, após a sua ingestão. Uma dica seria dividir a dose de insulina em duas partes: uma dose durante a refeição e a outra dose 2 horas após a refeição. Converse com o seu médico para definir a melhor opção de fracionamento de insulina para você.

Portal De Bem com a Vida: E com relação à colomba pascal, há dicas para realizar a contagem de carboidrato?

A colomba também é outra delícia que pode fazer parte do plano alimentar nesse período. A melhor dica é contabilizar a quantidade de carboidratos da porção consumida na contagem habitual, mas a melhor dica é trabalhar com a substituição. Por exemplo, no café da manhã, você pode substituir o pão por uma fatia pequena da colomba, ou até mesmo no lanche da tarde. Se a pessoa faz uso de insulina, lembre-se sempre de dar cobertura para “queimar” esses carboidratos.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

beenfícios da roma_texto

Você conhece os benefícios da romã?

A romã, cujo nome científico é Punica granatum, originária do Oriente Médio, embora muito conhecida ...