Home / Como lidar com o Diabetes / Aprenda a escolher o melhor calçado para evitar problemas nos pés

Aprenda a escolher o melhor calçado para evitar problemas nos pés

tenisUm estudo, publicado pela Sociedade de Podologistas Britânca, diz que cerca de 37% das mulheres e 17% dos homens compram sapatos com tamanho errado, correndo assim o risco de desenvolver problemas de saúde. Além disso, muitas mulheres consideram o sapato com um fetiche de consumo, pois proporcionam um poder de sedução devido ao seu charme. Se a pessoa não escolher um exemplar correto, pode ocasionar problemas tanto para os pés como para a coluna.

Para a pessoa que é diagnosticada com diabetes, o cuidado da escolha do calçado requer mais atenção. Vera Ligia Lellis, enfermeira podiatra, recomenda, “assim que a pessoa descobre que tem diabetes, é necessário prestar mais atenção na opção do sapato. Caso a pessoa tenha o diagnóstico de neuropatia diabética, é necessário comprar calçados que acomodem melhor os pés, evitando assim um trauma e risco de infecção”.

“Pessoas que tenham alguma ferida, é recomendado uma avaliação por um especialista e este deverá verificar a forma melhor para proteger o local da ferida. Sugerimos substituir os sapatos por órteses, ou seja, a utilização de sandália de cicatrização ou um walker para acelerar esse processo. Se a pessoa tiver alguma amputação de parte dos pés, muitas vezes há a necessidade de palmilhas especiais. Toda a palmilha para correção ou acomodação dos pés deve ser indicada por um especialista e ser feita sob medida, alerta Vera.

Há recomendação também na escolha do tênis, “precisa ser leve e mais robusto na frente, além de ter profundidade. Os de caminhada costumam ser mais confortáveis. Para as pessoas que praticam esporte, o calçado deve ser próprio para a modalidade escolhida e de preferência usar meias de algodão, sem punho e com reforço anti bolhas”, diz Vera.

No caso da escolha de sapatos, Vera sugere “que a forração deve ser macia e sem costura interna e porosa. O solado duro e o couro precisa ser macio. Os mais recomendados são os de couro de cabra. Caso tenha os dedos com deformidades ósseas, o melhor são os calçados de material chamado neoprene” que é um tipo de lycra, portanto acomodam melhor seus dedos, pois são flexíveis.

Um diferencial é o cuidado com as unhas. “Corte de forma correta, não muito curtas, formato quadrado com as bordas levemente arredondadas, a troca de esmalte semanal (mesmo as dos pés) e não retirar cutícula. Caso verifique alguma alteração, procure um especialista. Para as mulheres que gostam de saltos, dê preferência aos modelos anabela. Caso use salto alto, deve ser mais grosso e a altura deve ter entre três ou quatro centímetros”, complementa Vera.

Lembre-se que muitas vezes os sapatos mais lindos, como os de bico fino, podem causar feridas, deformidades, calosidades, bolhas e joanetes. Mesmo que o modelo escolhido não seja o mais chique e o mais bonito, ele dará conforto para que possa realizar todas as atividades do dia a dia e a segurança tanto para sua coluna como seus pés.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

img_portal

Você sabe que em Brasília há 28 projetos de lei envolvendo o diabetes? Confira detalhes aqui!

Acompanhe de perto os Projetos de Lei sobre Diabetes Fiz um levantamento em Brasília de ...