Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Benefícios da água

Benefícios da água

Bebeu água? Está com sede? Conheça os benefícios dessa substância

águaSem água, não existiria vida no planeta Terra, pois ele é formado por 70% dessa substância. Nosso corpo também é composto entre 60% e 70% desse recurso. Os benefícios da água são inúmeros: “Além de repor energias e favorecer o funcionamento adequado de músculos e nervos, tem efeitos benéficos especialmente para a pele, por hidratar e eliminar as toxinas resultantes da queima das células. Órgãos como os rins chegam a ter 83% desse líquido, enquanto o coração, o pulmão e o sangue ficam com algo em torno de 80%. Ou seja, a função vital de muitos órgãos depende da quantidade de água no organismo. Ela é igualmente importante para a digestão, para regular a temperatura do corpo, para assegurar a saúde dos rins, da bexiga e da próstata e para a absorção de oxigênio pelos pulmões. Atua também como lubrificante nos olhos e entre os ossos e tem fundamental participação na atividade cerebral e no funcionamento do sistema nervoso”, enumera a nutricionista Tarcila Ferraz de Campos.

“Os sais e outros elementos presentes nas águas oferecem efetiva contribuição à saúde do organismo. Por exemplo, o flúor atua na prevenção de cáries, o magnésio aumenta o vigor físico e previne a hipertensão, o zinco ajuda no processo de cicatrização, o bicarbonato controla a acidez do estômago, o cálcio previne a osteoporose e assim por diante”, adiciona Tarcila.

Muitos pacientes com diabetes sentem mais necessidade de ingerir água. “Há pessoas com diabetes, que com alto nível de açúcar no sangue, se sentem mais sedentas, pois seus rins precisam trabalhar mais para eliminar essa substância na urina e consequentemente ocorre perda de água do organismo para suprimir esse açúcar, podendo levar à desidratação. Inicialmente, a ausência de água estimula os centros da sede do cérebro, fazendo com que o indivíduo ingira mais líquido. Quando a ingestão de água não consegue compensar a perda, a desidratação torna-se mais grave”, detalha Tarcila.

Em momentos de atividade física, o consumo de água é fator primordial. “Os músculos produzem grande quantidade de calor, que gera elevação de temperatura. Em consequência, ocorre aumento da transpiração. Como o corpo não possui condições para armazenamento de água, é essencial que a reposição seja diária para manter as funções básicas do organismo. Caso isso não aconteça, o indivíduo pode sentir fadiga mental, prejuízo no desempenho físico e cãibras. Pese-se antes e depois da atividade para saber o quanto repor. Cada quilo perdido equivale a 1 litro de água. Para praticar atividade física, é necessária uma pré-hidratação, com quantidades generosas de líquidos nas 24 horas que a antecedem. Duas ou três horas antes, indica-se também tomar de 400 ml a 600 ml de líquidos”, alerta Tarcila.

Mas vale lembrar que praticando ou não uma atividade física, o recomendável é que a média diária de ingestão de água por um adulto está entre 1,5L a 3L – ou em torno de 30ml/kg a 40ml/kg de peso corporal. Vale lembrar que alimentos como frutas, verduras e legumes também são compostos por água e nos fornecem o recurso.

Um alerta especial é feito pela Tarcila, “não é aconselhado substituir água por refrigerantes ou por qualquer tipo de bebida gaseificada, pois a primeira opção tem alto poder de hidratação, não contêm acidulantes, é isenta de qualquer conservante e faz realmente bem à saúde. Dessa forma, é necessário consumir refrigerantes com uma certa moderação, pois como qualquer produto gaseificado, pode provocar distensão abdominal, produção de gases e deve ter o seu consumo restringido por qualquer indivíduo com problemas gastrointestinais”.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

beenfícios da roma_texto

Você conhece os benefícios da romã?

A romã, cujo nome científico é Punica granatum, originária do Oriente Médio, embora muito conhecida ...