Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Benefícios de um prato colorido

Benefícios de um prato colorido

Alimentos coloridos no prato, passaporte para uma alimentação balanceada

prato colorido

Como dizia Hipócrates, considerado o pai da medicina: “faça do alimento o seu medicamento e do medicamento o seu alimento”. É de conhecimento de todos que se nos alimentarmos de forma saudável, teremos mais energia, mais saúde e mais longevidade.

Segundo a nutricionista Nicole Trevisan, “quando falamos em uma alimentação balanceada, podemos dizer os termos pratos coloridos, ou seja, que contenham todos os grupos alimentares como, carboidratos, proteínas e lipídios, além das fibras. Assim, com todos os nutrientes, o organismo funcionará regularmente, como também o seu humor. Por exemplo: quando a pessoa faz a dieta da proteína e elimina os carboidratos da refeição, ela pode até emagrecer, mas terá prejuízos, pois o carboidrato é o principal fornecedor da glicose para o organismo. E uma das partes do corpo que mais precisa desse combustível é o cérebro, assim como o estado emocional, através dos hormônios, precisamos de nutrientes adequados para serem modulados”.

Quanto mais colorida a alimentação, mais rica em vitaminas e minerais para o bom funcionamento do organismo, incluindo trânsito intestinal, hormônios, etc.“As pessoas devem seguir o conceito “My Plate”, criado nos EUA, em que faz parte de uma campanha do presidente Obama contra a obesidade. O prato acompanha um copo de leite. No Brasil, esse leite foi substituído por uma fruta, seguindo uma adequação, harmonização e equilíbrio na alimentação”, explica Nicole.

A iniciativa traz o conceito de proporção adequada e de variedade dos grupos de alimentos, além de um ajuste de quantidade – vários alimentos cabem em um único prato. “Uma pessoa com diabetes poderá adequar sua dieta segundo esse conceito, só é necessário alinhar essa alimentação com uma nutricionista, para utilizar a quantidade de insulina adequada, alerta Nicole”.

Por isso, a nutricionista fala dos benefícios desse conceito, quanto mais colorida a alimentação, mais rica em nutrientes. As cores dos alimentos definem o tipo de vitaminas e minerais que ele possui. Devemos, ao montar nosso prato, visualizar, se ele estiver em um mesmo tom é porque não está tão rico em nutrientes. Por isso:

Alimentos vermelhos: ricos em licopeno são antioxidantes, atuam na circulação sanguínea, ajudam na prevenção de câncer de próstata. Ex: tomate, morango e goiaba.

Alimentos brancos: ricos em cálcio e potássio. Minerais importantes para o funcionamento do organismo, formação e manutenção de ossos e dentes, são anti-inflamatórios e antifúngicos. Ex: banana, leite, couve flor, alho e cebola.

Alimentos alaranjados: ricos em beta caroteno, precursor da vitamina A, ricos em vitaminas do complexo B, antioxidantes e colaboram na prevenção de diversos tipos de câncer. Ex: laranja, abóbora, cenoura e damasco.

Alimentos verdes escuros: Fontes importantes de ácido fólico, importantíssimo nos primeiros meses de gestação, pois formam o tubo neural do bebê. Possuem vitaminas do complexo B, atuam na prevenção de câncer, principalmente de intestino, são antioxidantes e combatem os radicais livres.  Ex: vegetais folhosos, pimentão, salsão.

Alimentos arroxeados. Contém anticioninas e flavonóides. Essencial na renovação celular, mediações químicas do organismo. Ex: uvas, repolho roxo e beterraba.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

beenfícios da roma_texto

Você conhece os benefícios da romã?

A romã, cujo nome científico é Punica granatum, originária do Oriente Médio, embora muito conhecida ...