Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Chá certo para controlar a glicemia e controlar o peso

Chá certo para controlar a glicemia e controlar o peso

Aprenda a escolher o chá certo para controlar a glicemia e controlar o peso

cha Com a diversidade de chás disponíveis no mercado, nos questionamos se podem ser consumidos quentes ou frios, se trazem benefícios ou não para o organismo, se há uma diferença entre fazer uma infusão com a ervas ou podemos utilizar os saquinhos.

Uma das pesquisas realizadas pela Universidade Americana de Newcastle mostrou que o consumo diário de chá verde ou preto inibe a produção se enzimas cerebrais associadas à perda de memória. Se parar de beber, os benefícios cessam também.

Para quem tem diabetes, há alguns chás que podem auxiliar o tratamento da condição.

Segundo a nutricionista Nicole Trevisan, “os chás de canela, de pata de vaca e de ginseng ajudam a diminuir a resistência insulínica, quando combinados com a dieta adequada e com a medicação. Em geral é indicado o consumo de duas xícaras por dia, porém é essencial tomar cuidado se o paciente fizer uso de medicação oral ou insulina, pois podem ocasionar hipoglicemias. A nutricionista deve prescrever a quantidade e o horário a ser ingeridos”.

Além desses chás, é importante citar outros que trazem benefícios, Camellia sinensis tem xantinas, flavonoides e catequinas e é rico em polifenóis,  fitoquímicos que auxiliam na queima de gordura, essa flor é usada em chás verde, branco e vermelho, a sua coloração depende da própria maturação da flor; Capim-cidreira pode também ser chamada de capim limão ou capim santo é mais destinado para combater insônia, auxiliar no controle da ansiedade, usado também para cólicas intestinais e uterinas; Hibisco possui antioxidantes e vitamina C que auxiliam em dietas de emagrecimento e no combate de radicais livres, além de ser eficaz na eliminação de líquidos; Hortelã auxilia em problemas respiratórios e processos digestivos, rico em vitaminas A e C, cálcio e ferro; Chá Mate é composto por cafeína, xantinas compostos fenólicos e propriedades antioxidantes e ajuda no combate à gordura; e por último oBoldo do Chile, que possui lactona, uma substância que auxilia na queima de gordura. Muito usado para problemas digestivos e intestinais.

“Essas bebidas podem ser ingeridas quentes ou geladas, porém quando armazenadas em geladeiras, devem estar em recipientes que não sejam de metal ou plástico, para não perderem o princípio ativo. O ideal é colocá-las em jarras de vidro, porcelanas ou até mesmo inox e não devem ultrapassar de 24 horas depois de prontas para consumo. É importante destacar que os chás, vindos de folhas e o modo de fazer influenciam diretamente no resultado final. Devem ser adquiridos em pontos de venda que tenham registro da Anvisa. Já os saquinhos, disponibilizados nos mercado, podem ser utilizados, mas sem esperar efeito orgânico da planta”, chama a atenção Nicole.

“Os chás naturais possuem propriedades nutricionais. E quando feitos em casa são vantajosos em relação a sucos e refrigerantes, menos calóricos, sem conservantes ou corantes e podem também ser tomados gelados, refrescantes da mesma maneira. Já as opções em latinha podem substituir refrigerantes, porém contêm conservantes, edulcorantes e não podem ser comparadas aos frescos. Mas é importante dizer que todos os tipos dessa bebida não são recomendados para gestantes e é preciso alertar que o consumo excessivo e seu uso prolongado podem ser prejudiciais a todos os indivíduos”, lembra Nicole.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

beenfícios da roma_texto

Você conhece os benefícios da romã?

A romã, cujo nome científico é Punica granatum, originária do Oriente Médio, embora muito conhecida ...