Home / Exercícios Físicos / Esportes de A - Z / Como extrair os benefícios dos treinos

Como extrair os benefícios dos treinos

Como otimizar o seu treino para torná-lo mais eficaz e eficiente

Como extrair os benefícios dos treinosNo mundo moderno, as exigências quanto aos padrões estéticos de beleza são muito cruéis com qualquer ser “mortal.” Temos de ser magros, eternamente jovens e acima de tudo saudáveis. Milhares de informações chegam a cada instante para driblarmos a balança, eliminando os quilinhos a mais, sem contar as ofertas para aquisição de aparelhos de ginástica, que prometem esculpir corpos iguais às celebridades. Sabendo das dificuldades, como é possível otimizar o seu treino tornando-o mais eficiente?

Segundo o preparador físico Emerson Bisan “é importante que o aluno conheça as várias modalidades de atividades físicas, saber diferenciá-las e conhecer a sua aplicabilidade e seus benefícios. Para que a explicação se torne mais didática, vamos definir exercícios aeróbicos, falar das suas características e exemplificarmos”.

Chamamos deaeróbicosos exercícios cíclicos ou de longa duração, que trabalham uma grande quantidade de grupos musculares, solicitando mais que 60% da massa corporal, de forma rítmica. São aqueles exercícios que temos condições de suportar por períodos prolongados, sem nos sentirmos desconfortáveis ou fatigados, com predomínio do uso de oxigênio no processo de geração de energia dos músculos. Andar, correr, nadar, pedalar, remar, dançar, são alguns dos principais exemplos. “Como benefícios dos exercícios aeróbicos ocorre a melhora da condição cardiovascular (fôlego), resistência geral, condicionamento físico, tonificação da musculatura, diminuição da pressão arterial, melhoria da circulação sanguínea, elevação das reservas de energia nos músculos, o que aumenta a resistência, aumento do metabolismo (queima de calorias), levando ao emagrecimento ou melhora na composição corporal”, de acordo com Emerson.

Para o Portal ABC da Saúde, exercícioanaeróbicoé assim denominado qualquer atividade física que trabalhe diversos grupos musculares durante um determinado e constante período de tempo, de forma contínua e ritmada. O treino anaeróbico melhora significativamente o funcionamento dos pulmões e todo sistema cardiovascular e são usados por atletas para desenvolver força e construir massa muscular.  Como exemplos de exercícios anaeróbicos, destacamos: musculação,sprints, saltos.

Quando os músculos se contraem contra uma resistência externa, com o objetivo de aumentar a força, tônus, massa e/ou resistência muscular, estamos frente a uma outra modalidade – osexercícios de resistência. Podemos exemplificá-los pelo uso de halteres, aparelhos de musculação, tubos elásticos ou bandas. Incluem-se também nesta modalidade os exercícios localizados,body pumpe pilates. Grandes benefícios podem ser elencados, destacando o aumento da massa magra e gasto energético em repouso com a elevação do metabolismo basal.

“Na linha moderna da prática de atividade física, as academias estão oferecendo opções mais motivantes aos alunos,mesclando atividades cíclicascomexercícios resistidosou com pesos (Cross Fit, Yoga, Pilates,Circuit Training), são os chamadosexercíciosfuncionais, cujos benefícios agregam características ora de uma ora de outra modalidade”, ressalta Emerson Bisan.

“Finalizando a explanação, não podemos nos esquecer do alongamento, exercício voltado para o aumento da flexibilidade muscular; contribui também para a melhora na mobilidade articular, amplitude de movimento e relaxamento muscular”, esclarece Bisan.

É consenso geral que a prática de atividade física é benéfica para o ganho de resistência, condicionamento, flexibilidade e com isso, previne os males das doenças ligadas ao sedentarismo. “No caso do diabetes, o primeiro benefício dos exercícios é a perda de gordura, auxiliando no controle de peso, evitando as dores articulares tão comuns no sobrepeso. A atividade física também é benéfica na resistência periférica à insulina, melhorando a sensibilidade da célula no transporte de glicose para o músculo”, destaca o educador.

“Devemos evitar que durante a prática de exercícios ocorra a hipoglicemia, por isso não devemos nos exercitar nos horários de pico de ação da insulina e ter sempre em mãos uma porção de açúcar de rápida absorção”, explica o consultor Emerson Bisan.

Esperamos esclarecer sua dúvida, caro leitor. Escolha a prática de exercícios que mais o agrada. Sua saúde e sua silhueta agradecem.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

post_suplemento

Conheça mais as funções do Whey Protein!

Os Benefícios do Whey Protein  Dra. Andressa Heimbecher Soares* Até pouco tempo atrás, a ideia ...