Home / Como lidar com o Diabetes / Confira dicas para não cair em promessas que não serão cumpridas!

Confira dicas para não cair em promessas que não serão cumpridas!

Combata o Charlatanismo!

Caro leitor, você já deve ter lido ou ouvido na impressa escrita e falada milhões de frases impactantes que “cheiram” a propaganda enganosa como: seque a barriga em 5 dias comendo determinado alimento ou adquirindo aparelhos de ginástica, os quais irão esculpir seu corpo como o das celebridades; sem contar o número enorme de revistas disponíveis falando das dietas milagrosas. A pessoa ingênua e vaidosa cai na armadilha, comprando as inúmeras publicações e segue religiosamente o que elas dizem. O resultado geralmente é frustrante e, de decepção em decepção, vive a população.

Entretanto, o quartel de picaretas de plantão tem extrapolado os seus limites, bombardeando os veículos de comunicação com as falsas promessas de cura de uma infinidade de doenças, dentre as quais o diabetes.

Em artigo publicado em 2 de agosto de 2016 assinado pelo Dr. Luiz A. Turatti – Presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes e pelas Coordenadoras do Departamento de Nutrição da referida Sociedade – Maristela Strufaldi e Deise Regina Baptista em reposta ao programa Domingo Espetacular exibido pela TV Record, em 24 de julho próximo passado, onde a emissora divulgou uma matéria questionável sobre a suposta cura do diabetes, sendo abordada de forma imprudente.

A Sociedade Brasileira de Diabetes vem a público esclarecer que “ Quando o paciente é bem orientado por profissionais sérios e éticos, o diabetes pode sim ser controlado com medidas eficazes de educação em diabetes, alimentação saudável, prática de exercícios físicos e tratamento farmacológico. Por outro lado, promessas de curas milagrosas e não fundamentadas, através da exploração inescrupulosa de pessoas menos informadas, constituem-se em risco considerável para a saúde pública, principalmente quando o agente infrator chega a recomendar a redução e/ou suspenção do tratamento farmacológico prescrito, sem nem mesmo conhecer as peculiaridades clínicas de cada paciente”.

charlatanismo

Por outro lado, as ditas “curas milagrosas” contrariam a determinação expressa do Código de Ética Médica, o qual proíbe a prática de consultas e prescrições terapêuticas sem a devida avaliação clínica por parte do médico e equipe responsável.

Dessa forma, a Sociedade Brasileira de Diabetes já tomou as providências éticas cabíveis junto ao Conselho Regional de Medicina do Ceará, região de inscrição do médico citado na matéria e está aguardando medidas urgentes para o devido encaminhamento ético e legal deste assunto.

Além disso, leitor, fique de “olho” na divulgação de clínicas luxuosas frequentadas por celebridades, as quais cobram consultas e tratamentos a preços estratosféricos, utilizando do glamour para passar uma imagem de sucesso ao público geral. Na verdade, isso reflete uma estratégia de marketing há muito usada por marcas de luxo para agregar valor e criar um desejo de consumo, neste caso os pacientes.

Fique atento no excesso de exames solicitados, pois aprendemos desde cedo que estes só devem ser solicitados quando forem capazes de beneficiar o paciente de alguma forma, seja prevenindo, identificando ou monitorando o tratamento de uma doença. O excesso de exames disfarça a falta de perícia clínica e transmite a falsa impressão de que se está sendo avaliado de forma personalizada.

Por isso leitor, preste atenção no profissional que irá atendê-lo, é necessário que ele o observe, examine, faça um bom interrogatório para entender melhor o seu sofrimento e saiba interpretá-lo e acima de tudo explique de forma clara, utilizando uma linguagem simples o tratamento que deverá ser realizado.

Medicina não é ostentação e sim competência!

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

juntos

Roche Diabetes Care promove o Programa Juntos & Conectados em Sorocaba

A Roche Diabetes Care criou O Programa de Educação Continuada Juntos & Conectados para levar ...