Home / Exercícios Físicos / Dicas Práticas / Conheça mais as funções do Whey Protein!

Conheça mais as funções do Whey Protein!

Os Benefícios do Whey Protein 

Dra. Andressa Heimbecher Soares*

post_suplemento

Até pouco tempo atrás, a ideia era que o whey protein só deveria ser utilizado por atletas e pessoas que realizassem treinos de resistência (musculação) de alta performance para ganho de massa muscular. Porém, as evidências mais recentes falam que este suplemento alimentar obtido da proteína do soro do leite após a precipitação da caseína, rico em aminoácidos essenciais, especialmente a leucina, que estimula a síntese proteica pode ser muito mais importante do que isso. Estudos em pacientes idosos que ingeriram o suplemento, demonstraram ganho de massa muscular mesmo quando não faziam atividade física; outros trabalhos têm mostrado benefícios às pessoas com diabetes, uma vez que a proteína tem baixo valor biológico, não leva ao pico glicêmico e induz saciedade.

Estudos sugerem que a ingestão de proteínas pode acelerar a queima de calorias, pois o nosso organismo necessita de mais energia para digerir alimentos com maior conteúdo proteico. Dessa forma, é bom que em todas as nossas refeições tenhamos uma fonte proteica. Porém, vale um alerta! Cuidado com as dietas radicais, ou seja, aquelas que preconizam o emagrecimento através do consumo exclusivo de proteínas.

Assim que são ingeridas, elas são “quebradas” em pequenos tijolos – os aminoácidos, os quais são utilizados para a construção dos músculos, constituintes celulares, membranas, hormônios, neurotransmissores e uma série de componentes estruturais orgânicos. No entanto, quando consumidas em excesso se transformam em glicogênio, que representa o estoque de glicose no interior do nosso organismo ou são estocadas na forma de gordura.

Dessa forma é muito importante esclarecer que se um indivíduo está se submetendo a uma dieta com redução de carboidratos, ela não deve ser compensada por excesso de proteínas, pois se por um lado houver a curto prazo redução significativa de peso pela interrupção imediata do carboidrato, a longo e médio prazos, o excesso de proteínas reverterá esse processo.

Nosso corpo depende que 50% das calorias da dieta sejam obtidas de fontes de carboidratos para manter órgãos vitais funcionando harmonicamente como o cérebro, hemácias (glóbulos vermelhos do sangue) e retina. Na falta deles, o organismo lança mão das reservas de gordura e entramos em cetose, onde pequenos graus não geram maiores problemas e precisamos dessa condição na perda de peso. Porém, semanas em cetose podem desencadear sintomas como fadiga, irritabilidade, perda de concentração, enjoo, fraqueza e tremores. Nestes casos devemos equilibrar a ingestão proteica sem extrapolar nas calorias.

Caro leitor, você sabe a diferença entre os tipos de whey protein?

Para facilitar, pense nas três medalhas olímpicas: bronze, prata e ouro. O bronze corresponde ao whey concentrado, o qual tem pouca gordura e colesterol, contendo de 29% a 89% de proteína por volume, dependendo do fabricante. Este tipo tem lactose. O isolado é a prata, tem mais de 90% de proteína por volume e, por isso, são mais caros que os concentrados, conservando ainda um pouco do sabor do leite. Pode ser obtido por microfiltração ou troca iônica. O ouro é o hidrolisado e é pré-digerido, quase isento de lactose e, portanto, pouco alergênico.

*Dra. Andressa Heimbecher Soares é médica, graduada pela Universidade Federal do Paraná, especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e Doutoranda em Endocrinologia e Metabologia pela Universidade de São Paulo (USP).

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

shutterstock_295621463

Tudo que você precisa saber sobre sarcopenia: a desnutrição silenciosa

Os sinais, como prevenir e a importância da dieta rica em proteínas para reduzir a ...