Home / Como lidar com o Diabetes / CrossFit – um método intenso, curto e intuitivo

CrossFit – um método intenso, curto e intuitivo

crossfir_1

 

O CrossFit é um novo método de treinamento, composto por exercícios funcionais de alta intensidade e com ênfase em desenvolver o condicionamento físico de uma forma geral, sem focar apenas na especialização de uma determinada habilidade, como ocorre nos treinos tradicionais. Quando se fala em condicionamento físico, se trata de aperfeiçoar as funções humanas básicas, dentre os dez domínios de capacidade física conhecidos, sendo que estas podem ser melhoradas através de adaptações neurológicas e/ou orgânicas. São elas: resistências cardiorrespiratória e muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão.

O método foi desenvolvido em 2000 pelo ex-ginasta Greg Glassman que, quando criança, contraiu poliomielite e, desde então, buscou nos exercícios um meio para recuperar a sua força. Percorreu uma peregrinação por várias academias em sua adolescência e, em todas elas, encontrou grande frustração. Mas, a sua perseverança e determinação fizeram com que descobrisse que somando o uso de halteres, barras e kettlebells, conseguia melhores resultados em seus exercícios do que apenas com o uso do corpo. Praticando diversas modalidades esportivas, percebeu que muitos poderiam ser melhores do que ele em uma atividade específica, mas não em todas combinadas (bicicleta, levantamento de peso e ginástica). E assim, começou a desenvolver séries de exercícios, que seriam mais tarde, os princípios do Crossfit.

No Brasil, o método foi introduzido pelo treinador paulistano Joel Fridman que, inicialmente começou os treinos no Parque do Ibirapuera até conseguir inaugurar o box CrossFit Brasil, em 2009, sediado em São Paulo.

Segundo o educador físico Winston Boff, “os benefícios do método são muitos, dentre eles vou destacar a minha experiência com o público infantil do Instituto da Criança com Diabetes (ICD). Com os pequenos, não trabalhamos a musculatura isoladamente e sim, o corpo como um todo. Realizamos um treino eficiente fisicamente e, ao mesmo tempo, desenvolvemos a sociabilização durante cada sessão. Desta forma, promovemos treinos com maior intensidade e diversão inseridos na aula em grupo”.

“Todas as pessoas podem praticar CrossFit – crianças, idosos, pessoas com necessidades especiais, pois os treinos são adaptados às necessidades de cada um. Para os indivíduos com diabetes mellitus tipo 1 ou tipo 2, os cuidados adotados devem ser os mesmos à prática de outras modalidades como o uso da medicação prescrita pelo médico, a monitoração da glicemia antes, durante e pós-treino, o cuidado com a alimentação orientada por nutricionista ou nutrólogo e trazer sempre à mão carboidratos de absorção rápida para evitar eventuais hipoglicemias”, alerta Winston.

Sabemos que adolescentes são negligentes quanto ao uso de insulina e, portanto, caso isso ocorra, não poderão participar do treino, devido ao descontrole glicêmico e uma hipoglicemia vigente.

Graças à generosa doação feita por Simone Chaves, mãe de uma paciente do ICD e do empresário Diego Magnus Scheffer Fernandes, que tornaram possível a compra de todo o material do CrossFit ICD, modalidade escolhida pelo educador físico Winston Boff, por entender que o método promove respostas físicas, metabólicas e sociais, somadas ao empenho do Dr. Balduino Tschiedel e demais profissionais, que não pouparam esforços para que essa prática esportiva pudesse ser realizada gratuitamente por todas as crianças do ICD. É o único Box (assim chama-se o local de treinos de CrossFit) dentro de um hospital no mundo de que se tem conhecimento.

Não poderia encerrar a matéria sem o agradecimento especial do educador físico Winston Boff aos frequentadores do Instituto da Criança com Diabetes “Agradeço a todos os pacientes que estão buscando qualidade de vida, incorporando o exercício físico ao tratamento e a todas as pessoas, que possibilitaram transformar nosso sonho em realidade. Aproveito também para agradecer a Fundação CrossFit, que proporcionou a filiação sem custos  e ao Coach Jobst Olschewski, que está me incentivando nesse projeto”.

Veja também: 

Conheça o programa de atividade física simples e prático online!

Sessão de treinos intervalados melhora a saúde das pessoas com diabetes

Exercícios que independem do peso

Academia especializadas em mulheres

 

Portal De Bem Com a Vida

Feito com muito carinho por profissionais de saúde, comunicação e por quem entende e convive com Diabetes, para você ficar bem antenado.

More Posts

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

capa

O perigo do overtraining para a sua saúde

Chamamos de overtraining o acúmulo de estresse devido ao elevado volume e intensidade de treinamento, ...