Home / Como lidar com o Diabetes / Conheça os 12 alimentos tops de gordura trans e retire de sua alimentação!

Conheça os 12 alimentos tops de gordura trans e retire de sua alimentação!

A gordura trans se tornou vilã do consumo! Confira os 12 alimentos que possuem este componente!

Em junho, a Administração de Remédios e Alimentos (FDA), órgão do governo norte-americano, determinou a retirada de produtos com gordura trans do mercado no prazo de três anos. De acordo com o comunicado, muitos estudos já mostraram que o consumo deste tipo de gordura eleva o nível do colesterol, que chamamos popularmente de ruim.

A instituição ainda assinalou que os óleos vegetais parcialmente hidrogenados, principal fonte de gordura trans nos alimentos processados, não são geralmente considerados seguros para serem utilizados na alimentação humana.

Mas quais são os alimentos que possuem mais gordura trans? O que diferencia das outras gorduras? Devemos abolir todos os alimentos com qualquer tipo de gordura?

Segundo a endocrinologista Denise Ludovico, “a gordura tem várias funções em nosso organismo. Ela faz parte da membrana celular de várias células do nosso corpo, é a base para a produção de hormônios, reserva de energia, transportadora de vitaminas lipossolúveis (A, D, E e K), retarda o esvaziamento gástrico (tempo de saída dos alimentos do estômago) – contribuindo para a sensação de saciedade após a alimentação, isolamento térmico e proteção dos órgãos vitais contra traumas”.

“Um cardápio saudável, mesmo para emagrecer, deve conter quantidade balanceada de gorduras (polinsaturadas e insaturadas) e elas devem ser vistas como nossas aliadas, já que fazem bem ao corpo. O excesso de gordura é que não é benéfico”, complementa a médica.

Mas diferente das gorduras polinsaturadas e insaturadas, a gordura trans atua de forma diferente no organismo?

A nutricionista Alessandra Paula Nunes, consultora da Associação Brasileira de Nutrição (Asbran) esclarece “ao ingerir uma quantidade muito alta de gordura, ultrapassando os 30% das calorias totais, o indivíduo tem risco de desenvolver uma doença chamada esteatose hepática (depósito de gordura no fígado). A gordura que traz mais prejuízo é a gordura trans, pois ela é a que mais induz a esse depósito. Por conta disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) criou a Resolução RDC 54/2012, dizendo que os rótulos devem mostrar que o alimento apresenta gordura trans, mas não pode ultrapassar de 0,1g por 100g ou ml do alimento”.

“As gorduras trans também aumentam a concentração de LDL (colesterol ruim) e diminui a concentração de HDL (colesterol bom), gerando acúmulo de gordura na parede das artérias podendo causar a aterosclerose”, adiciona a nutricionista.

Mas um alerta é feito pela Alessandra: “a gordura saturada também é outra vilã do fígado. É encontrada, principalmente, em alimentos de origem animal, como carnes vermelhas gordurosas, leite integral e seus derivados, mas pode ser encontrada também em molhos prontos para salada, óleo de coco, etc. O consumo exagerado de gordura aumenta as chances do desenvolvimento de doenças cardiovasculares como infarto do miocárdio e acidente vascular encefálico”.

Por isso, deixamos aqui os 12 vilões de gordura trans, que devem ser retirados da nossa dieta: biscoitos, salgadinhos, sorvetes, batata frita, pipoca de micro-ondas, pizzas, salgados congelados (risolis e coxinhas), manteiga vegetal, margarina em barra, creme para café e glacê pronto para uso.

E como não deixaria de ser, a nutricionista Alessandra recomenda “para melhor adequação da qualidade da dieta, use sempre produtos desengordurados como: laticínios magros, carnes magras, produtos integrais, alimentos com baixo ou zero teor de açúcar, vegetais e frutas”.

Por isso, nada melhor do que a pessoa se informar e buscar uma orientação de um profissional especializado, para saber que alimentos são mais saudáveis para consumo. Por todos estes motivos, agora é só esperar que a ANVISA também recomende a retirada da gordura trans no mercado, para prevenir a série de complicações pontuadas pela médica e pela nutricionista!

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

hemoglobina glicada_texto

Hemoglobina Glicada x Medição da Cetona

  Saiba a diferença e os sintomas A hemoglobina faz parte das células vermelhas do ...