Home / Exercícios Físicos / Esportes de A - Z / Emerson Bisan concede uma entrevista especial de como foi montar uma equipe de corredores com diabetes!

Emerson Bisan concede uma entrevista especial de como foi montar uma equipe de corredores com diabetes!

Desafios de uma pessoa com diabetes ao correr

Eu já ouvi relatos de corredores que muitas vezes sentem uma dualidade entre paixão e ódio, ao realizar a modalidade, pois quando você se acostuma e vê resultados no seu corpo, você se apaixona, mas por outro lado há momentos difíceis, um deles quando o indivíduo inicia a prática, e o corpo tem dificuldade de se adaptar, pois falta condicionamento físico, e há treinos e provas em que o participante termina com: assaduras, lesões, torções, pontadas, dores nas pernas, entre outros.

Independentemente disso, será que há uma diferença em treinar uma equipe com componentes com diabetes e outra sem a condição? Para falar sobre este tema, entrevistamos Emerson Bisan, educador físico com diabetes e treinador de corrida.

Portal De Bem com a Vida: Quando montou uma equipe de corrida?

Em 1995, como professor de musculação da uma grande rede de academias. Não tinha o perfil físico de destaque de um professor de musculação para aquela época, pois precisava ser um professor mais forte e com grande experiência em Fisiculturismo ou levantamento de pesos. A princípio, a montagem dos treinos de corrida no verso da ficha de musculação e a participação em provas com os alunos da academia me diferenciava entre os profissionais e com o diagnóstico de diabetes tipo 1 e a descoberta dos benefícios que a corrida me trazia, me fez ainda mais me especializar nas corridas. Foi quando comecei a reunir pequenos grupos de alunos das academias para encarar este desafio fora da esteira. Em 2004, ganhei a independência e credibilidade dos alunos e criei a Nova Equipe.

Portal De Bem com a Vida: Qual foi o propósito inicial?

Trabalhar em uma área da educação física que me trouxe além de benefícios profissionais, um prazer enorme em estar ao mesmo tempo trabalhando, junto com amigos e família e cuidando da saúde com um esporte que amo.

Portal De Bem com a Vida: Como começou a ter participantes com diabetes?

Por lidar muito bem e me adaptar com todos os tipos de tratamento, participando de provas sempre com muita segurança e eficiência, acabei me tornando referência no trato com esse público, e com isso, a Nova Equipe acabou virando “O Ponto de Encontro dos Corredores com Diabetes de SP”.

Portal De Bem com a Vida: O que modificou quando começou a ter uma equipe com diabetes?

Não modificamos nada, pois a ideia da educação em diabetes é possibilitar estar competindo em qualquer área de forma autônoma, sem restrição e com total liberdade. Temos como lema que a assessoria não se mudaria pelo diabetes e o participante com a condição ganharia autonomia e educação para estar entre os outros corredores sem distinção. Para isso, foi feita uma preparação dos profissionais, que atendem e sabem dos cuidados a serem tomados a cada passo que o corredor com diabetes tomaria. Todos, com ou sem diabetes, treinam juntos, para que enfrentem todas as situações e dificuldades de todos os participantes.

Portal De Bem com a Vida: Qual a diferença do treino de participantes com diabetes?

O treino não tem diferença! A educação do corredor com diabetes de se automonitorar estrategicamente, dosar a medicação de forma estratégica e se alimentar da forma mais adequada permitem realizar qualquer distância ou desafio.

Portal De Bem com a Vida: Quais os desafios de treinar participantes com diabetes?

O maior desafio é fazer o corredor com diabetes a conhecer a ação do medicamento em seu corpo durante a corrida e prever ao máximo o comportamento glicêmico, fazendo monitoramento e ajustando o tratamento. Costumo dizer que a “nossa vantagem é que temos o monitor para saber se o nosso tanque ainda está cheio ou se precisa abastecer”.

Portal De Bem com a Vida: O que você planeja no futuro com esta equipe com diabetes?

Nosso principal objetivo é formar um grupo de corredor formador de opinião, que transmita com segurança os cuidados para prática de atividade física e mostre autonomia, capacidade de controle, desmistifique alguns mitos e incentive os exercícios regulares no tratamento do diabetes.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

post_suplemento

Conheça mais as funções do Whey Protein!

Os Benefícios do Whey Protein  Dra. Andressa Heimbecher Soares* Até pouco tempo atrás, a ideia ...