Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Entrevista Juliana Baptista

Entrevista Juliana Baptista

“Você tem sede de que? Você tem fome de que?…
A gente não quer só comida
A gente quer comida
Diversão e arte
A gente não quer só comida
A gente quer saída
Para qualquer parte…”

Arnaldo Antunes/Sérgio Britto/Marcelo Fromer

Comer é um dos prazeres enumerados pela letra de Arnaldo Antunes, mas sempre vem acompanhado de outros tipos de prazer, que, se associados, podem trazer a tão esperada felicidade. Para as pessoas com diabetes, a situação não é diferente. Porém, o diagnóstico da condição e, consequentemente, a necessidade de ter um bom controle dos níveis glicêmicos demandam algumas adaptações necessárias para unir o prazer com um estilo de vida saudável.

Quem nunca viu a cena de crianças e até de adultos salivando pelos produtos em uma loja de doces? Não é preciso passar vontade, as pessoas com diabetes só precisam ter mais consciência da composição dos alimentos.

Falando nisso, você realmente sabe a diferença de produtos light e diet? Para esta temática, convidamos a nutricionista e educadora em diabetes, Juliana Baptista, que esclarecerá as dúvidas.

Portal De Bem com a Vida: Qual a diferença entre produtos light e diet?

Diet é um produto com isenção de algum nutriente comparado ao produto convencional, por exemplo, a isenção de açúcares (glicose, frutose, sacarose). O diet possui modificações especiais na sua formulação para se adequar a diferentes dietas ou a indivíduos com alguma doença.

Light é a redução mínima de 25% de algum nutriente comparado ao produto convencional, como diminuição de gordura ou calorias ou açúcar, entre outros.

Portal De Bem com a Vida: Quem tem restrições nutricionais específicas deve consumir produtos diet então?

Os produtos diet são mais voltados a este público, mas é preciso verificar se o ingrediente isento no produto é o específico para a doença em questão. Por exemplo, a isenção de açúcar para pessoa com diabetes ou a isenção de glúten para pessoas com doença celíaca.

Portal De Bem com a Vida: Então, para as pessoas com diabetes, a melhor opção é diet?

O diet, isento de açúcares, é a melhor opção, pois é específico para esta patologia. Mas existem alguns produtos light no mercado que também são isentos de açúcar e podem ser consumidos por pacientes com diabetes. O ideal é a leitura das informações nutricionais e ingredientes antes do consumo de qualquer produto.

Portal De Bem com a Vida: Existe alguma recomendação, além de consumir produtos diet, que as pessoas com diabetes devem ter com relação aos alimentos?

O ideal é seguir as orientações de nutricionistas ou médicos. Em tratamentos convencionais, a pessoa deve ler os ingredientes indicados no rótulo e se certificar de que o produto é isento de açúcar, glicose, sacarose e mel, além de comer com moderação. Já no tratamento de contagem de carboidratos a pessoa deve observar, nas informações nutricionais indicadas no rótulo, a quantidade de carboidratos (gramas) e seguir as orientações nutricionais e médicas.

Portal De Bem com a Vida: Por que as marcas de refrigerante adotaram a denominação “zero”? Qual a diferença da denominação zero para light e diet?

Zero é um termo mais recente e significa a isenção/redução de algum nutriente e calorias. É uma versão modificada do produto convencional sem indicação específica para alguma dieta ou determinada patologia. Em relação aos refrigerantes, a pessoa com diabetes pode consumir os diets, lights ou zeros sem alterar o valor da glicemia. Por exemplo, a Coca-Cola Light é a antiga Coca-Cola Diet. A bebida sofreu apenas mudanças nos adoçantes para se tornar mais saborosa.

Portal De Bem com a Vida: Para emagrecer, é recomendado um alimento diet ou light?

Para emagrecer, oriento meus pacientes a consumirem produtos integrais lights, aumentando assim as fibras. Alimentar-se de três em três horas em pequenos volumes, diminuir os alimentos ricos em gorduras e, claro, exercitar-se. Além disso, levo em consideração a idade e se o paciente tem alguma patologia ou restrição alimentar, por exemplo, alergias.

Portal De Bem com a Vida: É verdade que os doces diet são mais gordurosos? A pessoa com diabetes pode optar por doces convencionais? De que forma? É saudável?

Muitos doces diet são bastante gordurosos, portanto o consumo deve ser controlado. As pessoas com diabetes só devem ingerir doces convencionais (com açúcar) se liberados pelo nutricionista/médico, pois isso varia de acordo com a prescrição do tratamento de cada indivíduo. Ainda assim, reforçamos que o açúcar não é um alimento saudável, tanto para pessoas com diabetes como para as pessoas que não tem diabetes.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

beenfícios da roma_texto

Você conhece os benefícios da romã?

A romã, cujo nome científico é Punica granatum, originária do Oriente Médio, embora muito conhecida ...