Home / Como lidar com o Diabetes / Menopausa Precoce e o Diabetes

Menopausa Precoce e o Diabetes

menopausa precoce_capa

Por Vanessa A. Montanari*

Menopausa precoce é a ausência de ciclos menstruais antes dos 45 anos, na maioria dos casos, ela não tem um motivo definido. Porém, a menopausa precoce pode surgir devido às seguintes causas:

  • Anormalidades genéticas ou Cromossômicas (Síndrome de Turner ou Síndrome do X frágil), que afetam a formação dos folículos ovarianos saudáveis;
  • Exposição a drogas ou toxinas para tratamento de câncer (quimioterapia ou radioterapia), pesticidas, tabagismo (mulheres fumantes entram em média na menopausa dois anos antes das não fumantes);
  • Doenças autoimunes (fabricam anticorpos contra ovários);
  • Remoção cirúrgica dos ovários para tratamento de tumores malignos do sistema reprodutor feminino;
  • Estresse emocional.

Entenda os efeitos da menopausa precoce

A menopausa precoce favorece o desequilíbrio do perfil metabólico com piora da tolerância à glicose, do perfil lipídico e aumento da pressão arterial. Todos esses fatores colaboram para o aparecimento do diabetes mellitus tipo 2 ou da sua piora, caso já esteja instalado antes da menopausa. No caso das mulheres com DM1, existe risco de desenvolverem outras doenças autoimunes como a falência ovariana precoce autoimune (Síndrome Poliglandular).

Além disso, entrar na menopausa precocemente pode aumentar o risco de doença cardiovascular em até duas vezes mais se compararmos às mulheres menopausadas aos 50 anos.

O descontrole da glicemia isoladamente com hemoglobina glicada acima de 7% já constitui fator de risco para o aumento de doenças vasculares, tais como infarto ou acidente vascular cerebral. Se somado à menopausa precoce, essa probabilidade tende a piorar.

Mudanças no estilo de vida como a prática regular de atividade física, alimentação balanceada, evitar permanecer muito tempo sentada (isso também se aplica no trabalho), ter uma relação emocional saudável, evitar toxinas (consumo de bebidas alcoólicas, tabagismo, ingestão de agrotóxicos contidos nos vegetais e nas frutas) podem reverter esse processo.

Como já citado anteriormente, a menopausa precoce favorece o risco de intolerância à glicose, doenças cardiovasculares e osteoporose. Todos os sinais e sintomas apresentados pelas pacientes devem ser minuciosamente investigados e, posteriormente, tratados pelo médico endocrinologista ou ginecologista para que elas tenham saúde e longevidade.

*Dra. Vanessa Araujo Montanari é médica endocrinologista.

Portal De Bem Com a Vida

Feito com muito carinho por profissionais de saúde, comunicação e por quem entende e convive com Diabetes, para você ficar bem antenado.

More Posts

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

shutterstock_110078714

Diabetes pode começar mais de 20 anos antes do diagnóstico, diz estudo

Os primeiros sinais de diabetes mellitus tipo 2 podem ser identificados mais de 20 anos ...