Home / Exercícios Físicos / Esportes de A - Z / Mexa-se e Aprenda a Dançar Forró

Mexa-se e Aprenda a Dançar Forró

Aprenda esta prática e leve o maior número de pessoa com você para se deliciar com este ritmo!

Qualquer movimento corporal gerado pela musculatura esquelética e que produza um gasto de energia maior do que em repouso é considerado atividade física.

A dança está classificada como uma das modalidades aeróbicas, ou seja, aquelas de maior duração e menor intensidade, desenvolvendo dessa forma resistência, capacidade respiratória e consequentemente o condicionamento físico. Além disso, praticada de forma regular, ela colabora no controle do peso corporal e no equilíbrio da saúde mental, produzindo sensação de bem-estar, prevenindo a ocorrência do estresse, ansiedade e depressão. Os benefícios não param por aí. Ainda proporciona prevenção de fragilidade óssea, colaborando positivamente na qualidade do osso, auxilia no desenvolvimento muscular e torna as articulações mais fortes, melhorando a flexibilidade e o equilíbrio, sem contar que também colabora no controle glicêmico.

O forró é um estilo de dança e gênero musical influenciado por africanos e europeus, fruto de ritmos musicais tais como o baião, xote e xaxado. É uma das danças típicas mais populares do Brasil, relacionada à região nordeste que extraiu e espalhou para o país os embalos de um ritmo ora lento, ora rápido, recheados de instrumentos musicais como o triângulo, a sanfona e a zabumba.

f-dbcv-imagem

Mas, o surgimento dessa dança é controversa. De acordo com pesquisadores, o forró surgiu no século XIX. Nesta época, como as pistas de dança eram de barro batido, era necessário molhá-las antes para que a poeira não levantasse e as pessoas, portanto, dançavam arrastando os pés para evitar que a poeira subisse.

No início do século XX, os engenheiros britânicos instalados em Pernambuco para construir a ferrovia Great Western, promoviam bailes abertos ao público, ou seja, for all (para todos). Assim, o termo passaria a ser pronunciado forró pelos nordestinos.

Embora haja várias versões para a origem do nome, a mais aceita é a do folclorista e pesquisador da cultura popular Luiz Câmara Cascudo. Segundo ele, “a palavra forró deriva da abreviação de forrobodó, que significa arrasta-pé, confusão, farra”.

Contudo, algo comum nessas histórias é a presença de um ritmo quente, uma dança que transmite uma onda de alegria e movimento.

Uma das principais características desse estilo de dança é o ato de arrastar os pés durante a dança, onde a mesma é realizada por casais, que dançam com os corpos bem colados, transmitindo sensualidade.

Atualmente existem vários gêneros da alegre dança nordestina: forró eletrônico, tradicional, universitário e o de pé de serra.

Nomes consagrados como o de Alceu Valença, Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sivuca, Elba Ramalho, Zé Ramalho, Beto Barbosa, Jacson do Pandeiro são os seus principais representantes.

 

Especialistas não se cansam em difundir mecanismos de prevenção a doenças crônicas como o diabetes, doenças cardiovasculares, obesidade, dentre outras, enfatizando que devemos adotar um estilo de vida saudável, quer na alimentação e na prática regular de esportes.

Querido leitor, espero ter encontrado argumentos motivando-o a dançar. Desligue o computador, deixe o controle remoto, saia do sofá e frequente aulas de dança. Sua saúde agradece!

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

monica_print

Conheça a trajetória de Mônica Santos com o Diabetes

Mônica Santos, 31 anos e há 19 diagnosticada com diabetes mellitus tipo 1, licenciada em ...