Home / Como lidar com o Diabetes / O equilíbrio emocional e o controle da glicemia

O equilíbrio emocional e o controle da glicemia

Planejamento de AçõesComo o tempo passou rápido… 2014 já foi embora e deixará como legado momentos de muita reflexão, arrependimentos, incertezas, dúvidas, questionamentos, perdas, ganhos, provas que evoluímos, aprendemos, amamos, choramos, sorrimos, sofremos, mas também nos divertimos. Se não conseguimos realizar nossos sonhos, agora é o momento para planejarmos nossas conquistas e controlar a ansiedade para atingir objetivos, traçando metas e estratégias seguras e calculadas para o próximo ano.  É preciso pensar e repensar sobre o que gostaríamos de ter e ser. Bons relacionamentos se conquistam com diálogos objetivos e sinceros; bens materiais com esforço e trabalho. Cuidados com o corpo requerem persistência, frequência e acima de tudo disciplina.

Agendas, lembretes e tabelas discriminando datas e tarefas podem auxiliar na organização mental de um planejamento anual. Uma maneira para evitar ansiedade e estresse é pensar em metas de curto e longo prazo. O que fazer em um mês, um semestre e um ano. A pré-programação de atividades a serem realizadas ao longo do ano, promove a organização de pensamentos e sentimentos.

Muitas vezes não podemos nos frustrar se não conseguirmos atingir nossos ideais, tendo em vista que vivemos em sociedade e muitas atitudes dependem de outras pessoas. Saber escutar o que o outro tem a dizer e poder falar sobre os próprios sentimentos e pensamentos é uma premissa para que haja um bom relacionamento entre as pessoas.

Controlar a glicemia não é tarefa fácil. A pessoa que tem diabetes precisa saber reconhecer agentes facilitadores de aumento (hiperglicemia) ou diminuição (hipoglicemia). Algumas orientações podem ser úteis para controlar o índice glicêmico, dentre elas: respeitar o uso de insulina ou medicação oral na quantidade, frequência e horário pré-estabelecido pelo médico, ingerir alimentos saudáveis (baixa quantidade de carboidratos, livre de gorduras saturadas), praticar atividade física de forma moderada, encontrar prazer e diversão em tarefas diárias.

O ser humano é um eterno sonhador; encontra felicidade em acreditar que pode ser feliz. Mudanças nos pensamentos e ações podem transformar o Novo Ano em próspero e feliz. Estabeleça metas para cuidar do corpo, fazer amigos, respeitar a diferença entre as pessoas, vivenciar novas experiências, buscar o prazer em tudo o que se faz, como: namorar, viajar, cantar, dançar, sonhar e realizar sonhos…

Estas foram algumas dicas para vivermos mais e melhor.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

juntos

Roche Diabetes Care promove o Programa Juntos & Conectados em Sorocaba

A Roche Diabetes Care criou O Programa de Educação Continuada Juntos & Conectados para levar ...