Home / Como lidar com o Diabetes / Pokémon Go pode ser uma solução inovadora para reduzir os casos de obesidade!

Pokémon Go pode ser uma solução inovadora para reduzir os casos de obesidade!

Pokémon Go – Um aliado no combate ao sedentarismo

O excesso de peso corporal associado ao sedentarismo são as maiores ameaças à saúde dos indivíduos no mundo atual.

Vários estudos foram feitos para testar a eficácia das diversas modalidades esportivas na redução do peso corporal. Há pesquisadores que defendem a tese de que os exercícios com maior predominância aeróbica (caminhada, corrida, natação, ciclismo, dentre outros) proporcionam maior redução no peso corporal, enquanto que outros apoiam a teoria que os exercícios anaeróbicos (musculação, força, alta intensidade) sejam os responsáveis pelo maior gasto calórico. Existem autores que comprovam que todos os tipos de programas de exercícios podem contribuir.

pokemongo

Segundo o educador físico Winston Boff “nos dias atuais, acredita-se que o emagrecimento acontece pelo gasto calórico total da atividade, ou seja, incluindo a realização do exercício somada à recuperação orgânica. Devido a esse novo conhecimento, passou-se a dar mais importância à intensidade do exercício, por aumentar o gasto calórico durante as 24 horas do dia, facilitando dessa forma a perda de peso e melhorando o condicionamento físico”.

Assim, a ênfase no tratamento do sobrepeso e obesidade deve estar focada na redução da gordura corporal, tendo em vista que a sua perda promove benefícios à saúde tais como: na prevenção da ocorrência de eventos cardiovasculares e da síndrome metabólica e com isso, evita o aumento da pressão arterial e do colesterol e triglicérides, combate a resistência à insulina, impedindo que o indivíduo tenha diabetes e para aqueles que têm a diabetes mellitus tipo 1, colabora no controle glicêmico.

Pesquisadores da Universidade de Leicester, Reino Unido, disseram que a nova mania do smartphone “Pokémon Go” poderia ser uma solução inovadora para o aumento dos casos de obesidade, uma das principais causas do diabetes tipo 2 e de doenças cardiovasculares.

Baseando-se na premissa que esse tipo de jogo “tira” literalmente as pessoas do sofá para caminhar e até mesmo correr pelas ruas, pode-se tornar uma prática terapêutica no combate ao sedentarismo. Veja mais detalhes do estudo aqui: http://www.natureworldnews.com/articles/25783/20160726/pok%C3%A9mon-go-prevent-type-2-diabetes.htm

Tom Yates, especialista em atividade física, comportamento sedentário e Saúde da Universidade de Leicester, em um comunicado à imprensa assim esclarece “andar a pé é extremamente subestimado, mas, no entanto, é a melhor e mais barata forma de se fazer exercício. É uma maneira fácil e acessível de manter-se ativo e ajudar o corpo se tornar saudável”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) incentiva o hábito de manter um estilo de vida saudável, incluindo atividade física moderada por até 30 minutos diários.

“Pokémon Go”, um jogo de caça com realidade aumentada que aparece nas telas de celulares, tem deixado realmente inúmeras pessoas fora de suas casas caminhando por vários quilômetros apenas para brincar e sem mesmo que elas percebam, está incentivando uma prática de atividade física.

Para aqueles que acham que esse “joguinho” não passa de grande idiotice, nem tudo está perdido. Há sempre os dois lados da moeda, aquilo que pode estar causando um vício maléfico para o indivíduo pode, ao mesmo tempo, estar introduzindo hábitos saudáveis, mesmo sem querer. Assim pensam os otimistas.

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

capa

O perigo do overtraining para a sua saúde

Chamamos de overtraining o acúmulo de estresse devido ao elevado volume e intensidade de treinamento, ...