Home / Como lidar com o Diabetes / Tire suas dúvidas sobre pilhas e baterias para serem usadas nos glicosímetros e nas bombas de insulina, aqui!

Tire suas dúvidas sobre pilhas e baterias para serem usadas nos glicosímetros e nas bombas de insulina, aqui!

Solucionando dúvidas sobre baterias e pilhas para uso em glicosímetros e no SICI

Nas últimas semanas, surgiram nas mídias sociais perguntas sobre pilhas tanto para uso nos glicosímetros, como também para utilização nas bombas de insulina. Algumas pessoas chegaram a reclamar sobre a durabilidade das baterias/pilhas e se a compra delas de uma marca, que não fosse indicada, poderia interferir no valor da glicemia ou no funcionamento do sistema de infusão contínua de insulina.

Para resolver estas questões, entrevistamos a Marina Oliveira, do Departamento de Diabetes Care da Roche. Ela nos relata que para os glicosímetros Accu-Chek Performa, Active, Nano e Performa Connect, o recomendável é utilizar as baterias de lítio CR2032 e DL2032, de marca conhecida.

pilhs

“Caso a pessoa compre estas baterias sem uma marca reconhecida no mercado, há o risco de diminuir a durabilidade ou muitas vezes não ligar os glicosímetros. Na versão Connect, devido à função específica do equipamento de comunicação com o aplicativo via bluetooth, as baterias possuem uma durabilidade menor”, comenta Marina.

Em relação ao Accu-Chek Performa Combo, que se comunica com o bomba de insulina via bluetooth,  recomenda-se o uso de 3 pilhas AAA.

Com relação ao relato nas redes sociais de que se a pessoa não utilizar as baterias corretas, poderiam interferir nos valores da glicemia, Marina deixa seu depoimento “O fator que interfere diretamente em resultados divergentes é a tira. O ideal é que o armazenamento seja em local seco, longe de umidade, luz e calor. Tiras vencidas também interferem nos resultados”.

Quando falamos das pilhas da bomba de insulina, elas precisam ser alcalinas de marcas conhecidas, para melhor funcionalidade e durabilidade e evitar vazamento no compartimento de pilha. A empresa sugere a marca Power One, própria para o aparelho e que suporta a sobrecarga de funcionamento do equipamento. Com relação à durabilidade, Marina explica “as Pilhas Power One possuem a durabilidade média de 30 dias”. Por precaução, Marina recomenda “é sempre interessante que o paciente tenha uma pilha/bateria extra”.

Dúvidas sobre o funcionamento dos glicosímetros ou da bomba de infusão, podem entrar em contato com a Central de Relacionamento da Roche pelo telefone: 0800 77 20 126, ou pelo email: Brasil.accuchekresponde@roche.com. O atendimento é realizado de segunda à sexta, das 8h às 20h, aos sábados das 9h às 15h.

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

shutterstock_1251728245

Tenho diabetes: posso consumir bebidas alcoólicas?

Passaram se as férias, as festas de final de ano e uma série de celebrações ...