Home / Consumidores / Depoimentos / Trazer mais qualidade de vida significa estar mais presente, para as pessoas, que amamos, e para as coisas, que gostamos de fazer! Confira as vivências de Mário Márcio e Pablo com a bomba de insulina!

Trazer mais qualidade de vida significa estar mais presente, para as pessoas, que amamos, e para as coisas, que gostamos de fazer! Confira as vivências de Mário Márcio e Pablo com a bomba de insulina!

“Se permita experimentar e conhecer uma maneira diferente de cuidar da sua saúde”! Confira os depoimentos de Mário Márcio e Pablo sobre a bomba de insulina

Mudar a terapêutica do tratamento, para muitas pessoas pode não ser fácil, pois é necessário voltar à atenção para si mesmo, colocar como prioridade o controle da glicemia, para que haja ajustes para tomar a decisão, para outras é uma questão de se permitir vivenciar uma experiência.

Mário Márcio Ferreira de Barros, especialista de tecnologia de informação, coach, estudante de psicologia e um dos fundadores da Academia dos Novos Diabéticos, começou a utilizar a bomba de insulina Accu-Chek Combo em janeiro. “Logo nos primeiros dias já gostei. De início, já percebi que algumas coisas ficaram muito práticas, pois não precisava mais me preocupar com as doses de insulina basal logo pela manhã e a programação da bomba me livrou do fenômeno do alvorecer, que fazia minha glicemia começar a subir pouco antes de acordar, e se não aplicasse uma dosagem de ultrarrápido logo ao abrir os olhos, a glicemia ia às alturas. No início levantava da cama com a sensação de que estava faltando algo a ser feito, a aplicação da basal e também a ultrarrápida, que não precisavam mais serem feitas, pois a bomba já estava trabalhando. Era só verificar a glicemia de jejum e seguir o dia”.

Com a utilização da bomba, Mário Márcio logo viu os resultados, “baixei um pouco minha hemoglobina glicada, com menos esforço e principalmente reduzi a variabilidade glicêmica e ganhei muito mais qualidade de vida. Depois que consegui achar a dosagem mais adequada de infusão de basal nos horários no horários certos, com a bomba, alcancei mais estabilidade, sem muita variação e precisando trocar a cânula somente a cada três dias, e o cartucho com cateter a cada seis dias, que para mim dá muito menos trabalho do que fazer as múltiplas doses diárias com as canetas! Foi um ganho tremendo de tempo e qualidade de vida”.

“O controle da basal me possibilitou programar, com meu médico, a infusão de mais ou menos insulina de acordo com a minha necessidade em particular, diferente da dosagem reta que conseguia com as canetas. Isto é um ponto forte que ajudou e muito na minha estabilidade glicêmica, além da dosagem mais precisa de microdoses, com a contagem de carboidratos que ganhou muito mais precisão, saindo do padrão de 10g ou 15g de carboidratos para cada 1U, podendo fazer doses para 7g, 11g, ou 12g de carboidrato, por exemplo”, detalha Mário Márcio.

Quase o mesmo benefício foi sentido pelo Pablo Silva, professor, analista de sistemas e autor do Blog Eu e a Bete, “a principal mudança foi o aumento das pontas de dedo pelo Smart Control. Para melhor acompanhamento das glicemias, preciso efetuar mais testes, a fim de fazer uma análise junto ao meu médico, para justamente ter: a precisão de resultados, uma diminuição da variação glicêmica e uma indicação nos ajustes em determinados períodos quanto à contagem de carboidratos”.

Um dos pontos destacados por MárioMário 3 (1) Márcio e Pablo é a vantagem de utilizar o Smart Control “ter a vantagem de não precisar manusear a bomba de insulina é maravilhosa. Faço todas as operações necessárias pelo Smart Control e, por meio dele, faço os meus testes, cálculos de bolus e mais dados para o controle”, comenta Pablo.

“De início achei que não era tão necessário usar o Smart Control, mas em pouco tempo percebi algumas vantagens como, por exemplo, depois de prender a bomba na cintura, colocar o cateter preso na calça e estar com tudo bem acomodado, eu não precisava mais mexer no equipamento o dia inteiro e o mesmo ficava sempre bem acomodado no lugar, o que reduziu em muito as chances do cateter ficar solto em uma mexida na bomba, sem muito tempo pra reacomodar tudo no lugar novamente e acidentalmente prendê-lo em um móvel qualquer, como uma cadeira ou maçaneta de porta e acabar arrancando tudo abruptamente. Além de ser super prático ao mexer em um metrô cheio ou em uma paradinha rápida, enquanto dirijo, para ajeitar a basal ou fazer um bolus sem precisar tirar a bomba do lugar, desenroscar o cateter e ficar todo atrapalhado. Achei o Smart Control super funcional nesse sentido, sem contar que é o maior barato comandar a bomba por um controle sem fios”, ressalta Mário Márcio!

Nas entrevistas concedidas pelos dois percebi que o ditado: “toda mudança gera desconforto. Todo desconforto gera apreensão e esta, por sua vez, gera insegurança”, não se aplica. Mário Márcio deixa uma mensagem especial a todas as pessoas que têm recomendação de usar a bomba e não testaram ou tem a vontade e ainda não foram atrás. “Permita-se experimentar, passar por uma nova experiência e conhecer uma maneira diferente de cuidar da sua saúde e quem sabe descobrir um mundo diferente do que você está acostumado e até tirar suas próprias conclusões e impressões sobre o uso da bomba. Para você que já usa o equipamento, permita-se avançar e melhorar sempre, aprender e usar mais e melhor os recursos que temos. Trazer mais qualidade de vida significa estar mais presente, para as pessoas, que amamos, e para as coisas, que gostamos de fazer! Então vamos aprender mais, ensinar mais e colocar tudo isso em prática, para desfrutarmos mais e melhor a vida”!

Vanessa Pirolo

Jornalista, criadora do blog convivência com diabetes, tem diabetes desde o seus 18 anos, e redatora do Portal DBCV. Quer me conhecer melhor? Então, clique aqui!

More Posts - Website

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

Caixa10--Crianças_1

O que é Diabetes Box?

Diabetes Box, antenado, oferece várias opções de planos de assinatura para quem busca tratamento com ...