Home / Nutrição / Alimentação Saudável / Vilões da Dieta

Vilões da Dieta

Vilões da Dieta que favorecem a Obesidade

Vilões da DietaA obesidade é uma doença crônica resultante do acúmulo de gordura no organismo, causada quase sempre por um consumo excessivo de calorias na alimentação, superior ao valor usado pelo mesmo para a sua manutenção e realização das atividades do cotidiano. Ou seja, a obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente. Também pode ser causada por doenças endocrinológicas e psiquiátricas, pela predisposição genética, pela ausência ou diminuição da atividade física, além dos fatores emocionais.

Estima-se no mundo mais de um bilhão de adultos com excesso de peso. Destes, 300 milhões são obesos. As condições associadas à obesidade são: doenças cardiovasculares, diabetes, dislipidemia, hipertensão arterial sistêmica, alguns tipos de tumores como o câncer de cólon, reto e próstata em homens obesos e de câncer de mama, de vesícula e de endométrio em mulheres obesas. A obesidade ainda predispõe a doenças como colelitíase (“pedras na vesícula”), osteoartrite, osteoartrose, esteatose hepática, apnéia obstrutiva do sono, alterações dos ciclos menstruais e redução da fertilidade.

Atualmente, muito se estuda os fatores hormonais ligados ao apetite e metabolismo energético, com destaque para a relação dos mesmos com o excesso de peso e obesidade. Contudo, sabe-se que a alimentação inadequada e o sedentarismo são as principais causas deste distúrbio nutricional.

O uso do açúcar refinado, o álcool quando consumido em demasia, bem como a ingestão de embutidos e enlatados, o hábito de salgar em excesso os alimentos e consumir alimentos industrializados carregados de gorduras saturadas e trans são os principais vilões da dieta, que contribuem para o sobrepeso e obesidade. Segundo a nutricionista Maristela Bassi Strufaldi “o açúcar apresenta carga glicêmica elevada, ou seja, é transformado rapidamente em glicose no sangue. Esta velocidade está associada à elevação dos níveis de insulina, tendo como consequência aumento do apetite e depósito de gordura abdominal”.

“O álcool fornece 7 kcal/ml, enquanto que as proteínas e carboidratos fornecem 4 kcal/ml e as gorduras 9 kcal/ml. Portanto, por ser calórico, quando consumido habitualmente ou em excesso, contribui para o aumento de peso”, adiciona a nutricionista.

A gordura saturada, além de estar com frequência presente em alimentos calóricos (salgadinhos, sorvetes, chocolates, etc), Maristela nos alerta que “este tipo de gordura é responsável pelo aumento do LDL- colesterol (colesterol ruim), comprometendo a saúde cardiovascular. Igualmente, a gordura trans também é maléfica para o organismo aumentando o LDL e reduzindo o HDL- colesterol (colesterol bom). Diante desse quadro, agravará a saúde cardiovascular do indivíduo, que ingeri-la com frequência”.

O aumento de peso e o desconforto vascular podem estar associados ao consumo excessivo de sódio, que também provoca aumento da pressão arterial pela retenção de líquidos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou a obesidade como a epidemia global do século XXI. Depois do tabagismo, ela é considerada a segunda causa de morte passível de prevenção.

Faça a sua parte, cuide do seu maior patrimônio – sua saúde, mudando o estilo de vida, praticando esportes diariamente e ingerindo alimentos saudáveis. Tenha certeza de que esta é a receita infalível para a sua longevidade.

Comentários

Deixe Seu Comentário

comentários

Veja também

beenfícios da roma_texto

Você conhece os benefícios da romã?

A romã, cujo nome científico é Punica granatum, originária do Oriente Médio, embora muito conhecida ...